Área do cabeçalho
gov.br
Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Departamento de Química Analítica e Físico-Química

Área do conteúdo

Pesquisadores da Universidade Federal do Ceará publicam paper em importante periódico internacional

Data de publicação: 21 de novembro de 2022. Categoria: Notícias

O paper dos Professores André Henrique, do Departamento de Química Analítica e Físico-Química (DQAFQ – Centro de Ciências) e Rivelino Cavalcante, do Instituto de Ciências do Mar (Labomar – UFC), membros da PGQUIM, intitulado “Synergy of Analytical Approaches Enables a Robust Assessment of the Brazil Mystery Oil Spill” foi escolhido para estampar a capa da revista Energy & Fuels (Volume 36, Issue 22).

Linkhttps://pubs.acs.org/journal/enfuem.

O paper é resultado de uma pesquisa realizada nos últimos 3 anos acerca do misterioso óleo que atingiu todo o litoral nordestino no segundo semestre de 2019. Foi realizada uma análise aprofundada do mais extenso derramamento de óleo no Brasil. Pesquisadores brasileiros do Depto de Química Analítica e Físico-Química e do Labomar da Universidade Federal do Ceará (UFC), em parceria com pesquisadores de instituições canadenses  e norte-americanas  de renome (Woods Hole, MIT, Universidade da Califórnia, e outras) realizaram a análise mais detalhada do óleo que atingiu o Nordeste do Brasil em 2019/2020.

As principais descobertas, das quais inéditas, foram:

1) O óleo que atingiu o Brasil em 2019/2020 não era óleo cru e sim óleo combustível;
2) O óleo derramado é uma mistura de 2 tipos de óleos comumente usados em navios de transporte;
3) O óleo pode ter sido fabricado recentemente ou nos anos 1940 e 1950, o que indica que a hipótese de um naufrágio antigo da segunda guerra não pode ser descartada. A outra hipótese é a de um navio em trânsito. A falta de coleta rápida de material em navios estrangeiros suspeitos na época por parte das autoridades brasileiras restringiu a possibilidade de comparação.

As análises  dos pesquisadores podem auxiliar a decifrar a origem do derramamento e entender os atuais impactos ambientais. Mais detalhes no artigo em anexo.

 

 

 

Acessar Ir para o topo